Controle de caixa para pequenos empreendedores

Controle de caixa para pequenos empreendedores

O controle de caixa para pequenos empreendedores costuma ser um grande desafio no dia a dia dos negócios, pois é um tópico que requer muita organização e um planejamento financeiro cuidadoso.

Ter uma administração rigorosa é importante, afinal, o controle de caixa está diretamente relacionado à saúde financeira de qualquer estabelecimento. Portanto, algumas práticas são fundamentais para o acompanhamento de entradas e saídas.

Desse modo, vamos listar a seguir alguns procedimentos importantes para realizar essa tarefa em pequenos empreendimentos. Continue a leitura para saber mais!

Faça o levantamento de todas as contas

Não tem como montar o fluxo de caixa sem saber de onde veio e para onde vai o dinheiro. Desse modo, é preciso fazer um levantamento para entender quis pagamentos são feitos, quais são os recebimentos e como são feitos.

Portanto, esse levantamento deve ser feito com uma certa frequência, inclusive porque os custos podem aumentar ou diminuir. A partir disso, é possível montar um fluxo de caixa com menos chances de erros, perda de notas e prejuízos.

Registre as movimentações financeiras

Qualquer movimentação financeira deve ser registrada, por menor que ela seja. Essas informações servirão posteriormente para fazer análises e comparativos por períodos determinados e ajudará na tomada de decisões.

Essa é uma das tarefas mais negligenciadas nos negócios, no entanto, é fundamental. A maioria dos empreendedores percebem o quanto é necessário registrar essas movimentações quando estão com problemas financeiros.

Não tem jeito, o fluxo de caixa dá ao gestor e empreendedor um panorama sobre como está a empresa, seja de forma positiva ou negativa. Deste modo, registre tudo.

Organize a despesas e receitas por categoria

Fazer essa categorização ajuda a entender quais são os serviços e produtos que dão mais retorno financeiro. Embora seja uma tarefa um pouco trabalhosa, essa classificação contribui para um controle mais efetivo do caixa.

Além disso, uma empresa, mesmo que pequena, com o passar do tempo começa aumentar a quantidade de lançamentos e sem um processo organizado fica difícil manter a organização, por isso a importância da categorização de despesas e receitas.

Não se esqueça do estoque

Por muito tempo a gestão de estoque foi considerada apenas uma forma de entender o quanto a empresa precisa comprar de mercadoria, no entanto, o fluxo de caixa está diretamente ligado com este setor, deste modo, não é algo que pode ser ignorado na hora de fazer um controle financeiro.

É o ciclo de entradas e saídas que relacionam a gestão financeira e estoque, afinal, as empresas compram, produzem, vendem e recebem. Todo produto armazenado por muito tempo, por exemplo, implica em prejuízos para o estabelecimento, uma vez que ele não alcançou a função de venda, logo, não gerou lucro. Então, atente-se aos fatos: existem mercadorias estagnadas? Ou, então, a quantidade de itens compradas não são suficientes? Detalhes como esses são importantes para controlar de maneira mais assertiva o caixa da loja.

Adote sistemas de gestão financeira

Os sistemas de gestão financeira são fundamentais para otimizar o controle de caixa. Nas empresas, alguns investimentos são essenciais e esse é um deles. Um bom software consegue armazenar as informações necessárias, integrar os setores e fornecer relatórios precisos que ajudam na tomada de decisões.

Além disso, diminui a chances de erros, o que é muito importante para o controle de fluxo de caixa, uma vez que, qualquer falha pode trazer alguns prejuízos.

Siga esses passos e melhore o controle de fluxo de caixa e, consequentemente, a a saúde financeira do seu negócio. Além disso, continue acompanhando o blog para mais dicas de gestão para pequenos empreendedores!

Roudrill. A Chave do Futuro. 

Tags: , , , , , , , , ,