Dicas para a gestão financeira do seu negócio

Dicas para a gestão financeira do seu negócio

Bem-vindo de volta, chaveiro!

Como foi 2020 para você? Esperamos que a Roudrill tenha agregado muito conhecimento através dos materiais disponibilizados para download e conteúdos do blog e redes sociais.

Um novo ano chegou e promete muitos desafios para a nossa rotina. O fato é que o país não está em sua melhor fase, mas isso não quer dizer que você não possa realizar pequenas mudanças para conquistar grandes diferenças perante a concorrência.

Reunimos as melhores dicas para a gestão financeira do seu negócio, visando o reconhecimento e a estabilidade dessa profissão que se faz cada vez mais necessária. Acompanhe conosco!

SEPARE AS FINANÇAS PESSOAIS E DA EMPRESA

É um erro comum misturar receitas e despesas pessoais e corporativas, especialmente entre micro e pequenos empresários. Em tempos de crise econômica, alguns empresários aproveitam a comodidade de acesso ao caixa para pagar as contas em casa, sem ter que avaliar o impacto dessa atitude no negócio. Separe contas, cartões e extratos pessoais e empresariais, estabeleça salários para você mesmo e faça reservas durante o período mais próspero.

DE OLHO NO MERCADO

Analisar as estratégias que os concorrentes estão abordando, é fundamental para aproveitar as oportunidades e vencer este período difícil. Mas lembre-se: Não copie seus concorrentes! Muitas vezes, eles possuem um objetivo diferente do seu e por isso, saber qual caminho eles estão tomando serve apenas para planejar a sua forma de aparecer para os clientes, que estão cada vez mais exigentes e com novas necessidades, devido ao poder de compra ser reduzido. Fique de olho no mercado e atribua novos produtos e um “plus” em seus serviços para ganhar espaço.

LUCRO X FATURAMENTO

De forma básica, o faturamento é o valor que sua empresa ganhou em um determinado período. Com base nisso, o governo calcula o valor dos impostos fiscais que sua empresa deve pagar.

Já o lucro pode ser dividido em lucro bruto e lucro líquido. O primeiro é o resultado da receita da sua empresa, após subtrair todos os custos variáveis. Ao calcular o valor líquido, por sua vez, considera-se o faturamento total, menos os custos fixos e os custos variáveis.

INVISTA NO SEU NEGÓCIO

Investir em um tempo onde tudo parece incerto, realmente traz a sensação de receio. Mas vamos analisar: Enquanto seus concorrentes dão passos pra trás por conta da crise, você investe e se destaca! Eles não estão oferecendo o melhor para seus clientes, mas você estará, e isso é um enorme avanço, solidificando sua marca no mercado.

Gostou das dicas? Use-as para melhorar a gestão financeira do seu negócio e facilitar o seu trabalho. Comente aqui o que achou!

ROUDRILL. A CHAVE DO FUTURO.

Tags: ,

Um comentário

  1. Jorge Azevedo disse:

    Essas dicas, são o segredo de grandes negócios e um futuro de prosperidades. Uma empresa bem planejada, não pode dá nada errado.

Deixe uma resposta