Dicas para montar a escala de folga dos funcionários

Dicas para montar a escala de folga dos funcionários

Dentre as responsabilidades que um empreendedor ou gestor tem no dia a dia da empresa está a escala de folgas dos funcionários. Essa é uma atividade muito importante para cumprir a legislação trabalhista e também uma ferramenta de engajamento, afinal, o descanso dos colaboradores é um recurso fundamental para o bem-estar deles.

Entendendo os modelos de folga

Antes de montar um esquema de folga para os colaboradores, é preciso entender como funciona ou pode funcionar os dias de descanso do trabalhadores, de acordo com a legislação.

O modelo de jornada de trabalho que as empresa podem usar são:

5×1: os funcionários trabalham por cinco dias seguidos e folgam no dia seguinte;

5×2: os funcionários trabalham cinco dias seguidos e possuem dois de folga – normalmente, o sábado e o domingo;

6×1:  a cada seis dias trabalhados, um dia de descanso, não necessariamente nos fins de semana;

12:36:  o funcionário trabalha por 12 horas e possui 36 horas de descanso, essa lógica é bastante usada em plantões.

Dito isso, vamos listar a seguir, 4 dicas importantes para montar a escala de folga dos funcionários de maneira assertiva e estratégica. Continue a leitura a seguir!

Conheça a equipe

Para fazer uma gestão de pessoas eficiente é preciso conhecer muito bem a equipe que trabalha na empresa. Qual desses colaboradores são pais e mães de família? Quem faz faculdade? Alguém tem dois empregos? Essas informações são importantes para pensar de forma mais estratégica na folga dos profissionais.

Além disso, dessa forma, substituições ou mudanças no calendário de folgas diminuem bastante, pois as necessidades de cada pessoa estão sendo levadas em consideração.

Veja o calendário do mês

Antes de montar o cronograma de trabalho dos colaboradores é preciso se atentar ao calendário do mês. Sabemos que em dia de feriado ou até mesmo em vésperas esse revezamento costuma ser diferente, afinal, muitos colaboradores tiram folga, algumas empresas terminam o expediente mais cedo e outras nem abrem.

Então observe quem trabalhou no último feriado ou final de semana, para poder fazer a troca de forma justa, afinal, todos querem aproveitar dias como esses para descansar.

Converse com os trabalhadores

É muito importante também ter um canal aberto para comunicação com os colaboradores e entender quais são suas principais dificuldades e necessidades. Esteja atento aos pedidos de folga da equipe, afinal, eles possuem compromissos fora do trabalho as vezes a escala precisa de alguma adaptação.

Também é importante orientá-los para que avisem com antecedência quando precisam de folga em um dia especifico, isso ajuda a deixar a escala muito mais organizada. Claro que imprevistos acontecem e alguém pode dizer em cima da hora que não consegue trabalhar no domingo, por exemplo. Mas ter uma relação mais próxima com a equipe, evita e diminui essas ocorrências.

Cuidado com a sobrecarga

A escala de folgas precisa ser seguida à risca para não causar sobrecarga nos profissionais, portanto, todos devem folgar de acordo com a jornada de trabalho que a empresa segue.

Além disso, faça o possível para que os colaboradores saibam com antecedência o dia que irão folgar, para que eles possam se organizar, afinal, eles dependem dessa escala para fazer outros planos.

Gostou das dicas? Faça a escala de folga dos seus colaboradores seguindo essas orientações e tenha maior efetividade na hora de montar o calendário de trabalho dos funcionários.

Roudrill. A Chave do Futuro.